Eliminar musgo no seu relvado

78% of 100%
Se tiver um relvado, provavelmente já deve ter detetado formação de musgo. É habitual o musgo crescer, mas isso é prejudicial para a relva e não é visualmente agradável. Leia aqui como eliminar o musgo do seu relvado e como prevenir logo à partida o seu aparecimento.
  1. Causas do aparecimento de musgo

    A formação de musgo no relvado é uma fonte habitual de frustração. Se o musgo chegar a dominar o relvado, começam os problemas sérios. Existem várias causas para a formação de musgo: solos demasiado ácidos (PH baixo) ou demasiado húmidos, solos pouco férteis, ou a relva cortada demasiado curta são fatores que podem exacerbar o problema.
  2. Porque se deve eliminar o musgo?

    Se quiser manter o seu relvado bonito e viçoso e deixar a relva crescer saudável, vai ser preciso eliminar o musgo e prevenir o seu reaparecimento. Ao eliminar o musgo do seu relvado, vai conseguir que a relva tenha acesso a mais luz e oxigénio. As raízes vão ser capazes de absorver os nutrientes do solo e o relvado ficará com um aspeto mais saudável.
  3. Quando deve eliminar o musgo?

    Durante o ano, existem dois períodos principais para o crescimento da relva: um na primavera (abril/maio) e outro no outono (setembro/outubro). Se eliminar o musgo antes destes períodos, a relva vai conseguir recuperar quando crescer. Dependendo do estado da relva, o musgo pode ser eliminado do relvado uma ou duas vezes por ano. Se reparar que o musgo volta a aparecer após o ter eliminado, pode sempre repetir o processo uma segunda vez. Se apenas eliminar o musgo uma vez ao ano, deverá fazê-lo de preferência em abril.

    Escolha um dia seco para eliminar o musgo, pois será menos provável que se pegue à relva. Por vezes, a primavera começa mais cedo, pelo que pode fazer esta operação mesmo em março. Fique atento ao tempo.

  4. Passo 1: Retire todas as folhas e outros detritos do seu relvado

    Comece por retirar folhas e outros detritos, tais como galhos, do seu relvado. Este trabalho é rápido com a ajuda de um soprador/aspirador. Um soprador/aspirador permite separar as folhas (mortas), mas também aspirar e cortar pequenos resíduos da poda. Estes resíduos são depositados num saco, para que sejam facilmente eliminados.
  5. Passo 2: Corte a relva

    Corte a relva quando estiver maior do que 2-3 cm. Se a relva ainda estiver curta, não é necessário cortá-la.
  6. Passo 3: Elimine o musgo ou escarifique

    Elimine o musgo com a ajuda de um escarificador especial ou um arejador de relva. O musgo é facilmente eliminado com um arejador. Depois, basta juntar o musgo num montinho e retirá-lo do relvado. Nalguns locais, o musgo vai ser mais difícil de eliminar. Passe duas vezes com o arejador, primeiro numa direção e depois em ângulo reto.
  7. Passo 4: Semeie

    Ao eliminar o musgo, acaba por ficar com clareiras no relvado no local onde anteriormente estava o musgo. É possível reparar estas falhas semeando relva. A relva germina melhor quando a temperatura não é demasiado elevada. Mantenha o relvado húmido até que a relva germine e evite pisar os rebentos, que são extremamente frágeis. Tenha em conta que os pássaros adoram sementes de relva. É possível espantá-los com a ajuda de folhas de alumínio penduradas em paus ao longo do relvado.
  8. Passo 5: Aplique cal (inverno)

    A acidez do solo - o valor do PH - é um fator muito importante para o crescimento da relva. As lojas de jardinagem têm disponíveis kits de medição de PH.

    Se o PH for muito baixo, a relva não vai conseguir absorver todos os nutrientes que precisa, por isso irá crescer muito lentamente. Isso permite que o musgo cresça no meio do relvado. A aplicação de cal irá aumentar o PH do solo e diminuir a acidez. Utilize cal específica para relvados, espalhando uniformemente assim que chegue o inverno. É possível que esta operação tenha de ser repetida a meio do inverno. Pode espalhar a cal mesmo se houver neve no solo. A cal irá penetrar no solo quando a neve derreter.

  9. Passo 6: Fertilize

    Todos os relvados precisam de nutrientes. Tendo isso em conta, deve fertilizar o seu relvado 6 semanas depois de ter aplicado a cal. Desta forma, vai aumentar a proteção contra doenças, ajudar a relva a recuperar mais rapidamente e obter um relvado mais viçoso e saudável. Um relvado mais denso também diminui a probabilidade de aparecimento de musgo.

    Existem vários tipos de fertilizante. Podemos dividi-los em dois grupos principais: fertilizantes orgânicos e fertilizantes artificiais. Os fertilizantes artificiais são mais baratos que os orgânicos e contêm todos os minerais que o relvado precisa. Os fertilizantes orgânicos apenas contêm nutrientes naturais e duram mais tempo que os fertilizantes artificiais. Tenha em consideração que a maior parte dos fertilizantes contem substâncias nocivas para as crianças e animais de estimação. Por este motivo, é sempre aconselhável manter as crianças e animais de estimação afastados do relvado durante alguns dias, para permitir que os fertilizantes penetrem no solo. Siga sempre as instruções indicadas na embalagem.

  10. Prevenir o aparecimento de musgo no seu relvado

    Claro que a prevenção é sempre melhor que a cura. Apenas precisa de incorporar pequenos gestos à sua rotina de manutenção do relvado para conseguir minimizar a formação de musgo no futuro.

    Certifique-se de que retira folhas, restos de poda e outros objetos do seu relvado regularmente. Desta forma, a relva vai ter acesso a mais oxigénio, e o musgo não vai encontrar o ambiente húmido e escuro que tanto o beneficia.

    Corte a relva frequentemente (durante o período de crescimento, pelo menos uma vez por semana), mas não a corte demasiado. Se tiver um relvado ornamental, ou se estiver à sombra durante a maior parte do dia, corte a uma altura de 2-3 cm. Se o seu relvado for mais utilizado para as crianças ou animais de estimação brincarem, pode deixar a relva um pouco mais comprida. Regule o corte para os 4-5 cm.

    Se aplicar cal todos os anos no começo do inverno e a meio do inverno, o PH do solo não terá tendência para descer demasiado. Faça um teste de PH ao solo antes de aplicar a cal.

    O musgo gosta de ambientes escuros. Se existirem árvores ou arbustos que façam sombra no seu relvado, considere a possibilidade de podá-los um pouco mais, para deixar passar mais luz solar.

Classificação

Classifique estas instruções passo a passo.

Eliminar musgo no seu relvado

3.9
3.9 of 5

383 total

  • 5
    205
  • 4
    85
  • 3
    18
  • 2
    13
  • 1
    62