Como pintar paredes interiores

82% of 100%

Existem diversos tipos de marcas de tinta. Antes de optar por uma, pode pedir conselhos numa loja especializada em tintas. Se deseja uma cor específica, aponte o respetivo número de referência, mesmo que seja de outra marca. Um recorte de uma revista também pode ser útil. Existem tintas resistentes à humidade. São a escolha perfeita para remodelações.

Pontos importantes
Para obter resultados visivelmente melhores, utilize pincéis e rolos de boa qualidade.

  1. Escolher a cor

    Escolher cores que combinem bem é uma arte, mas existem truques para acertar. Depois de escolher uma cor, combine-a com uma versão da mesma cor esbatida a 50%, ou com um tom mais suave. Ao escolher uma cor, irá perceber que o tom costuma ser mais escuro ou mais claro do que estava à espera.

  2. Cor para o teto

    A maior parte das pessoas opta por tons de cinzento ou castanho, em contraste com as cores primárias puras. O seu teto não tem necessariamente de ser branco! Se escolheu uma cor não muito escura para as paredes, também a pode utilizar no teto. Se optar por uma cor contrastante, isso irá certamente influenciar o ambiente do quarto. Naturalmente, a luz também influencia o aspeto das superfícies pintadas. A luz indireta no teto irá refletir a cor do teto para baixo.

  3. Faça um teste

    Antes de começar, faça recortes de revistas e cole-os a um cartão. Isto irá ajudá-lo a encontrar o ambiente que deseja criar. Se não tem a certeza, pode optar por comprar pequenas quantidades de tinta e aplicá-las num cartão, para poder comparar as cores. Algumas lojas de tinta vendem "painéis semânticos" que permitem comparar diversas cores e tons. Também pode pintar um painel de estuque de 244 x 60 cm na cor desejada. Coloque o painel no exterior para ver o tom real da cor. Depois, coloque-o no interior com luz artificial para ver a diferença!

  4. Preparação para pintar o quarto

    Retire o que tiver no quarto e junte todas as ferramentas e materiais para pintar, como rolos e pincéis. Se tiver móveis pesados, pode cobri-los com plástico. Se for necessário, raspe a tinta desprendida. Com um pano, remova o pó e a sujidade dos rodapés.

  5. Reparações

    Retire todos os pregos e parafusos da parede e cubra os orifícios e irregularidades resultantes. Respeite o tempo de secagem indicado pelo fabricante da massa de enchimento. Depois, lixe estas áreas até obter uma superfície lisa e sem remendos visíveis. Proteja as zonas mais difíceis com fita adesiva.

  6. Técnicas de pintura

    Mantenha sempre uma borda com tinta fresca; pinte da parte seca para a molhada e de cima para baixo. Deste modo, os pincéis e rolos irão deixar menos marcas na superfície pintada e as transições não serão visíveis. Não alongue muito as faixas de tinta na parede. Utilize tinta suficiente para garantir um resultado suave e uniforme; se utilizar pouca tinta, irá obter um resultado irregular.

  7. Atenção aos detalhes

    Mexa bem a tinta antes de começar. Para pintar zonas que exijam mais detalhe, coloque uma pequena quantidade de tinta num recipiente. Com um pincel fino, pinte os cantos e bordas. Assim será mais fácil pintar os pormenores. Depois, continue a pintar a parede com o rolo. Se optar por utilizar fita adesiva para cobrir os rodapés e caixilhos das janelas, é melhor começar a pintar as zonas maiores com um rolo, passando depois para as bordas e zonas com obstáculos.

  8. Limpar o pincel

    Humedeça o pincel antes de começar; isto ajuda a evitar que a tinta suba. Mergulhe o pincel na tinta apenas 1 cm e limpe um dos lados do pincel na borda da lata. Isto irá ajudar a impedir que caiam gotas de tinta do pincel. Também evita a aplicação de demasiada tinta e ajuda a preservar o pincel.

  9. Trabalhe da parte seca para a parte molhada

    Pinte em linhas longas e sem interrupções. Pintar com aplicações muito breves de tinta é um dos erros mais comuns. Se utilizar um rolo, procure pintar em linhas de aproximadamente 2 metros. Pinte do teto até ao meio da parede; e do meio da parede até ao chão.
    Depois, prossiga com outra linha de tinta, à esquerda ou à direita. Utilize um rolo mais fino em zonas pequenas ou próximas de caixilhos de portas e janelas. Não esqueça que tem de pintar da parte seca para a parte fresca.

  10. Espalhe a tinta com o pincel

    Se utilizar um pincel, opte por espalhar a tinta para os lados, ou de cima para baixo. Dê pinceladas longas, começando pelo lado seco e terminando no lado fresco. Quando secar, aplique a segunda demão. Assim, irá obter um resultado mais uniforme. Se utilizar uma cor escura, pode ser necessário aplicar três demãos! Antes de aplicar a segunda demão, deixe secar bem a primeira. Confirme o tempo de secagem indicado na etiqueta da tinta.

  11. Limpar pincéis e rolos

    Se verter tinta, remova-a imediatamente com um pano húmido enquanto estiver fresca. Se já estiver seca, vai ser mais difícil limpá-la. Mantenha os pincéis ou rolos húmidos enquanto espera, colocando-os num saco de plástico ou cobrindo-os com plástico. Depois, coloque os pincéis ou rolos no frigorífico. Pode parecer estranho, mas realmente funciona. O frio retarda a secagem da tinta. Depois, retire o pincel ou rolo do frigorífico 30 minutos antes de os utilizar; vão estar flexíveis e prontos a usar. Se utilizar tinta acrílica, limpe o pincel com água e um pouco de detergente. Passe o pincel por água até limpar todos os vestígios de tinta. Coloque o pincel na sua forma original e deixe secar (ver instruções passo a passo para limpar).

  12. Remover o excesso de tinta

    Ao pintar superfícies grandes, utilize uma grelha especial para remover o excesso de tinta do pincel. Se estiver a utilizar latas pequenas, verta os excessos de tinta num balde. Uma grelha de tinta é uma peça retangular em metal ou plástico que se encaixa na borda do balde. Encha o balde até meio com tinta e encaixe a grelha. Mergulhe o rolo na tinta e utilize a grelha para retirar o excesso. Quando terminar, deixe a grelha no interior e feche o balde com a tampa.

  13. Pintar paredes interiores

    Pegue no rolo e na respetiva extensão; verta a tinta acrílica numa bandeja ou balde com grelha. Decida qual a parede que deseja trabalhar primeiro e pinte em linhas suaves e uniformes. Enquanto espera que a primeira demão seque, envolva o pincel ou rolo em plástico. Aplique a segunda demão. Verta um pouco de tinta acrílica num recipiente pequeno e pinte os cantos e bordas da divisão com um pincel pequeno. Quando terminar, limpe os pincéis, rolos e recipientes. Se utilizar fita adesiva, retire-a assim que a tinta secar.

Classificação

Classifique estas instruções passo a passo.

Como pintar paredes interiores

4.1
4.1 of 5

32 total

  • 5
    20
  • 4
    5
  • 3
    2
  • 2
    0
  • 1
    5