Como instalar uma fechadura

84% of 100%

A maior parte das portas que se podem comprar nas lojas especializadas têm espaço para uma fechadura. De forma geral, estas portas não têm orifícios nas partes dianteira e traseira (para o puxador e, se necessário, para a chave). Pode instalar uma fechadura de embutir com lingueta, acionada pelo puxador da porta, e uma fechadura de segurança ou com trinco. Algumas portas modernas não têm o espaço para a fechadura; terá de fazê-lo você mesmo.

  1. Fechaduras em portas interiores

    Geralmente, as portas interiores vêm com uma fechadura de embutir com lingueta, acionada pelo puxador da porta. Se a porta for de fecho automático, a lingueta tem uma borda inclinada ou arredondada, com uma mola que permite trancar automaticamente ao fechar a porta. A mesma fechadura pode ser utilizada para portas que abram para a direita ou para a esquerda. Em muitos casos, também se utilizam fechaduras com trinco acionadas com chave. Ao contrário da lingueta, o trinco não tem borda inclinada ou arredondada, nem conta com mola.

  2. Fechaduras em portas exteriores

    Para portas exteriores, as fechaduras de cilindro são as mais indicadas, já que as fechaduras de embutir simples não são suficientemente seguras. As fechaduras com cilindro são instaladas na estrutura do cadeado e podem ser facilmente substituídas sem ter de mudar o mecanismo completo.

  3. Fechadura de sobrepor

    Se não for possível utilizar uma fechadura de embutir, pode utilizar uma fechadura de sobrepor na superfície da porta. Pode ser o caso, por exemplo, para portas com menos de 40 mm de espessura. Em portas finas como esta, o espaço necessário para a fechadura de embutir iria enfraquecer a estrutura. As fechaduras de sobrepor estão disponíveis na versão de lingueta com mola e na versão de trinco. São habitualmente utilizadas em portas exteriores.

  4. Selecionar a direção de abertura

    Em primeiro lugar, verifique a direção de abertura da porta. Não importa se a porta abre para dentro ou para fora. Conforme as normas europeias, os exemplos A e C da ilustração em baixo abrem para a esquerda; os exemplos B e D abrem para a direita.

  5. Ajustar a fechadura

    Se a lingueta estiver orientada para a direção contrária à direção de abertura da porta, terá de dar-lhe a volta. Num dos lados da fechadura irá encontrar um pequeno pino que deverá empurrar para a frente com uma chave de fendas pequena (1). A lingueta irá cair para fora do cadeado (2). Vire-a ao contrário (3) e volte a colocá-la no seu lugar (4).

  6. Marcar a posição da fechadura

    Defina a altura adequada para a fechadura; normalmente, o puxador está a uma altura de 105 cm. Com um lápis, marque as posições na parte superior e inferior da fechadura, nos lados esquerdo e direito da porta. Utilizando um esquadro, prolongue as linhas marcadas até à borda estreita da porta. Depois de marcar as posições superior e inferior da fechadura na borda da porta, trace a linha central vertical pelo meio das mesmas. Coloque a parte traseira da fechadura na linha central e delineie o formato da estrutura da fechadura com um lápis. Este contorno mostra em que ponto da porta deve ser cortado o entalhe para a fechadura.

  7. Perfurar a porta para criar o entalhe

    Agora, marque a profundidade do entalhe na porta. Meça a profundidade total da estrutura da fechadura, incluindo a placa de suporte, que é encaixada na borda da porta. Defina a profundidade do berbequim, deixando 5 mm extra. Se o seu berbequim não tem batente de profundidade, coloque um pedaço de fita que indique a profundidade adequada. Evite sair da linha marcada; a fechadura tem de encaixar perfeitamente, mas sem ser forçada a entrar.

  8. Acabamento com cinzel

    Depois de cortar o entalhe com o berbequim, pode limpar as bordas com um cinzel. Limpe bem o entalhe, até ter exatamente o mesmo formato da estrutura do cadeado. Vá verificando se a peça encaixa enquanto trabalha, para que o espaço não fique demasiado grande.

  9. Marcar a placa de suporte

    Depois de colocar a fechadura no entalhe que abriu, marque o contorno da placa de suporte com um lápis. Remova a fechadura do entalhe.

  10. Cortar o entalhe para a placa de suporte

    Com um cinzel, corte um entalhe para a placa de suporte. Deverá ter uma profundidade aproximada de 3 mm, apenas o suficiente para colocar a placa de suporte. A face exterior da placa de suporte deve estar nivelada com a porta.

  11. Marcar o orifício para o puxador da porta

    Pode agora marcar os orifícios para o puxador da porta e para a chave (se a tiver). Segure a estrutura do fechador contra a parte frontal da porta, com a placa de suporte exatamente por cima do entalhe aberto. Com um lápis, marque o ponto onde irá fazer o orifício; utilize um furador para fazer uma pré-perfuração.

  12. Perfurar o orifício para o puxador da porta

    Utilize uma broca com um diâmetro que permita que o eixo do puxador possa oscilar livremente. Perfure numa linha perfeitamente horizontal e de forma a atravessar a parede. Se necessário, repita o processo para a chave ou para os orifícios do cilindro. Com uma lima para madeira, remova quaisquer irregularidades nos orifícios.

  13. Sugestão

    É fácil perfurar horizontalmente; basta fixar um nível de bolha ao berbequim.
  14. Fixar a placa de suporte

    Coloque a fechadura no entalhe novamente e fixe-a com parafusos para madeira compridos. Encaixe o puxador da porta e outras ferragens. O puxador da porta é muito usado e com muita força; por isso, aperte-o firmemente. Qualquer folga existente no puxador pode causar danos não visíveis.

  15. Marcar o dormente na moldura da porta

    Depois de colocar a fechadura na porta, é necessário fixar o dormente à moldura da porta. Marque a posição do dormente. Vire a chave para que o trinco saia da fechadura e posicione a porta contra a moldura da porta. Com um lápis afiado, marque na moldura da porta as linhas da parte superior e inferior do trinco e da lingueta. Com a porta aberta, prolongue essas linhas para a parte interna da moldura da porta. Usando estas linhas como guia, pode utilizar o dormente como modelo. Depois, pode marcar facilmente o contorno do dormente e os entalhes para a lingueta e para o trinco.

  16. Cortar o entalhe para o dormente

    Faça um corte com uma profundidade aproximada de 3 mm; o dormente deverá encaixar perfeitamente nele. A face exterior do dormente deve estar nivelada com a moldura da porta.

    A profundidade dos entalhes na moldura da porta deve ser igual ao comprimento da lingueta e do trinco. Os entalhes devem ter uma profundidade suficiente para que a lingueta e o trinco possam penetrar completamente. Fixe o dormente à moldura da porta com parafusos para madeira compridos; verifique novamente se a lingueta e o trinco entram facilmente. Se tocarem no dormente, pode alargar o entalhe cuidadosamente. Se tiver demasiada folga, a porta pode oscilar quando ocorrem correntes de ar.

  17. Dobrar a borda do dormente

    Com um martelo de plástico, dobre cuidadosamente o rebordo do dormente para que se adapte ao contorno da moldura da porta. A função do rebordo é proteger a moldura da porta do impacto da lingueta, sempre que se fecha a porta.

Classificação

Classifique estas instruções passo a passo.

Como instalar uma fechadura

4.2
4.2 of 5

274 total

  • 5
    182
  • 4
    39
  • 3
    7
  • 2
    10
  • 1
    36